Segunda-feira | 13 de abril de 2009 | 08:39      Imprimir
 
 
 
Antena Norte/Nordeste: TV Guajará: do alto do Manoel Pinto da Silva
 
 
 
A partir de hoje, inicio um novo formato para redação dos textos desta coluna, possibilitando inserir os mais diversos assuntos, em forma de curtas, numa mesma edição. Isso permite inclusive a tratar de novidades sobre assuntos já relatados durante a história desta coluna. Um deles é sobre a TV Guajará, o segundo canal de televisão de Belém do Pará.

Homenagem

A TV Guajará, canal 4, inaugurada em 27 de março de 1967, recebeu este nome em homenagem à baía que banha a cidade de Belém. A primeira marca, um saci-pererê, foi também uma referência sobre as lendas da Amazônia e ideia do seu fundador Lopo de Castro, então deputado federal pelo Pará e ex-prefeito de Belém por duas vezes.


Grade de programação retirada da TV Roteiro de setembro de 1968

Manoel Pinto

O edifício Manoel Pinto da Silva era na época o edifício mais alto da cidade e foi escolhido como local ideal para a instalação na nova emissora (o relevo da cidade não era acidentado e uma torre mais curta faria economia ao pouco dinheiro que a emissora possuía). Os estúdios foram instalados em forma de improviso em um apartamento no último andar do prédio. O difícil mesmo era para as câmeras driblarem uma coluna localizada no meio do "estúdio improvisado". Muitas vezes a coluna ganhava participação especial em meio às atrações ao vivo.

Conceição

A esposa de Lopo de Castro, Conceição Lobato de Castro, assumiu a direção do canal nos primeiros anos, diante da impossibilidade do seu fundador assumir o cargo. Futuramente, o filho do casal, Lopo de Castro Jr. assumiria a direção geral da TV Guajará.


Edifício Manoel Pinto da Silva, no centro de Belém (foto: divulgação)

Primeira afiliada

Em depoimento ao projeto Memória da Televisão Paraense, Lopo de Castro Jr. afirmou que a TV Guajará foi a primeira afiliada a Rede Globo na época. Lopo se reuniu com Roberto Marinho, Walter Clark, José Bonifácio (Boni) e Joe Wallach, que fecharam um acordo experimental de seis meses. Durou 15 anos. Depois a TV Guajará tornou-se afiliada a Rede Bandeirantes (também pioneira) e, na década de 1990, afiliada da Rede Record (pioneira, sob a nova direção da Igreja Universal).

Nacionalismo

Lopo de Castro fez questão em adquirir equipamentos nacionais para a emissora. Foram câmeras, monitores, telecine, transmissores e antena na marca Maxwell, do engenheiro Jorge Edo Maxwell. Depois foram adquiridos os primeiros equipamentos importados: videotapes Ampex Quadruplex VR-1100 e VR-1200. Os equipamentos foram trazidos de São Paulo por avião da Paraense Transportes Aéreos.

Programas...

A TV Guajará produzia em sua programação local o Jornal Nacional, sob apresentação de Carlos Benedito e destaque para a primeira apresentadora feminina da televisão paraense: Laila Almeida. Os cenários foram realizados pelo artista japonês Kavamura. Outro programa era uma versão local dos infantis "Capitão Asa" e "Capitão Furacão", ambos interpretados por Kzan Lourenço.

...e pioneiros...

Entre os apresentadores: Eloy Santos, Amaury Silveira, Everaldo Lobato, Mãe Celina, Ivo Amaral, Ronaldo Porto, José de Arimatéia, Wladimir Costa, Lopo de Castro, José Paulo, Carlos Santos, Linomar Bahia, Isaac Soares, Edwaldo Martins, Vera Cardoso, Thompson Mota, Joaquim Antunes.

...e diretores

Edson Vacary e Lúcio Piedade (trazidos da matriz carioca da Rede Globo), Linomar Bahia, Carlos Benedito, Raphael Marinho, Antonio Abelém, Walter Gonçalves, José Paulo, Alamar Régis, César Leal, Gilberto Danim e José Sarraf Maia.

Nova sede

Ainda quando era afiliada a Rede Globo, a TV Guajará procurou adquirir um espaço maior para ser sede da emissora. Na década de 1980, saiu do edifício Manoel Pinto da Silva e comprou da massa falida dos Diários Associados a antiga sede da TV Marajoara, na avenida Governador José Malcher.

Venda

A TV Guajará fechou as portas em 1993, quando foi adquirida pela Igreja Assembléia de Deus, que iniciou a Rede Boas Novas de Televisão.


Carro de externa da TV Aratu de Salvador (foto: divulgação)

TV Aratu

Um achado: a foto do caminhão de externa da TV Aratu, canal 4, na época também afiliada a Rede Globo de Salvador, na Bahia. A TV Aratu foi inaugurada em 15 de março de 1969 e seu mascote era o galinho. Depois de passar pela Manchete e pela CNT, atualmente é afiliada ao SBT. A foto está disponível em: http://sobretelevisao.blogspot.com.

Abraços e até a próxima!

 
 
Acesse: www.telehistoria.com.br